Azi defende abertura de 100% do capital das empresas áereas para estrangeiros

06 de dezembro de 2017, 17:06

O deputado federal Paulo Azi (DEM/BA) falou nesta terça-feira (5), durante a 50ª reunião do Conselho Nacional de Turismo (CNT), sobre a importância de discutir e aprovar medidas que beneficiem o Turismo no Brasil. Azi, que é presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados e relator do projeto que moderniza a Lei Geral do Turismo, explicou sobre a necessidade de transformar a Embratur em um serviço social autônomo e de abrir 100% de capital estrangeiros das companhias aéreas.

“É importante que se discuta a possibilidade de abertura de 100% do capital das empresas áereas para estrangeiros. Essa medida irá acirrar a concorrência e consequentemente aumentar a oferta de voos regionais”, explicou.

O deputado disse, ainda, que é preciso haver uma mobilização mais forte do trade turístico. ”É preciso que haja uma maior união e mobilização de todas as entidades do trade turístico brasileiro. O Turismo pode fazer muito mais pelo Brasil, o setor, porém, tem que pressionar mais o Congresso para que se agilize a tramitação de projetos importantes”, destacou o parlamentar baiano.

Na ocasião, o ministro do Turismo e presidente do CNT, Marx Beltrão, também reforçou que as pautas apresentadas pelo setor são extremamente importantes e precisam ser aprovadas o mais rápido possível. “Estamos fazendo um trabalho de sensibilização dos parlamentares para que entendam a importância desses pleitos e conto com o apoio de vocês nesse processo (…) Temos que nos unir e estar em sintonia com o Congresso para a transformação da Embratur em agência”, completou o ministro.