quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Wagner comprou combustível de aviação com verba do Senado mesmo sem ser dono ou ter fretado aeronave, diz coluna

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Mesmo sem ser dono de avião ou ter fretado avião desde que retornou ao Congresso, em fevereiro deste ano, o senador Jaques Wagner (PT) usou R$ 9,4 mil da cota parlamentar em 2019 para comprar combustível de aviação, de acordo com a Coluna Satélite do Correio*, assinada por Jairo Costa Jr. As informações contam no detalhamento de gastos dos senadores, cujos dados estão disponíveis no site de Transparência do Senado, incluindo notas fiscais recentemente liberadas pela presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Ainda de acordo com a publicação, a primeira aquisição ocorreu em 4 de maio, no valor de R$ 1,5 mil. A segunda foi realizada em 17 de agosto, no montante total de R$ 2.845. O maior ressarcimento a Wagner por despesas com gasolina de aviação data do último dia 19, quando foram pagos R$ 4,9 mil à Air BP Petrobahia.

A assessoria do senador informou, segundo a Satélite, que as notas fiscais se referem à compra de combustível usado em aeronaves compartilhadas com outros parlamentares, para utilização a serviço do mandato, “em absoluta conformidade com as normas do Senado”.

05 de outubro de 2019, 12:07

Compartilhe: