sábado, 6 de junho de 2020

Vídeos: repórter é agredida com mastro de bandeira por bolsonarista

Foto: Reprodução

Da Redação

A repórter Clarissa Oliveira, da Band, foi agredida enquanto cobria a manifestação a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), neste domingo (17), em Brasília. A situação ocorreu enquanto a jornalista estava fora do ar. O canal pago Band News exibiu o momento do ataque.

No boletim de ocorrência registrado ontem, segundo a Folha de S.Paulo, a repórter relatou que a manifestante, com uma bandeira do Brasil na mão, “vinha andando, xingando, gritando com todos”. De acordo com ela, “sem mais nem menos ela chegou perto e bateu com o pau da bandeira”.

Ainda de acordo com Clarissa, a agressora riu, falou que “foi sem querer” e continuou andando.

A Folha presenciou a exaltação da agressora contra a imprensa em dois momentos antes da agressão. A todo momento ela gritava “Globo lixo” e “jornalistas lixos”.

Bolsonarista se defende

A servidora Angela Telma Alves Berger afirmou hoje (18) à Folha que não quis agredir a jornalista.

“A bandeirada na repórter foi um acidente. Eu estava olhando os paraquedistas e me descuidei…acontece, né? Já levei tantas bandeiradas. Quebraram até meus óculos. Porém, entendo que foi um acidente”, disse à reportagem.

Angela Berger é servidora do Enap (Escola Nacional de Administração Pública), vinculada ao Ministério da Economia, e ingressou no serviço público em 1986, de acordo com dados do portal da Transparência.

Confira vídeos:

18 de maio de 2020, 15:08

Compartilhe: