terça-feira, 17 de setembro de 2019

TJ-BA tem passivo trabalhista oculto de mais de R$ 330 milhões, aponta relatório do TCE

Foto: Divulgação

Redação

A coluna Satélite, do jornal Correio*, revelou neste sábado que o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) mantém um passivo oculto de pelo menos R$ 336 milhões em dívidas com benefícios trabalhistas, gratificações e encargos sociais que não foram pagos a magistrados e servidores. Os dados constam em relatório de auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre as finanças da Corte em 2017.

O TCE afirma que os valores aparecem em uma planilha manual mantida pela Diretoria de Recursos Humanos do TJ e não foram registrados no sistema oficial que gerencia a folha de pagamento do Judiciário estadual. A manobra indica a existência de um tipo de contabilidade paralela para débitos trabalhistas do tribunal.

17 de agosto de 2019, 11:57

Compartilhe: