quinta-feira, 16 de julho de 2020

Revista portuguesa chama Bolsonaro de “profeta do caos”

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Da Redação

A Revista do Expresso, de Portugal, traz na edição mais recente uma matéria de capa sobre o presidente Jair Bolsonaro, chamando o mandatário brasileiro de “profeta do caos”.

O texto apresenta um panorama da crise política no Brasil em meio ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. O texto diz que o presidente aposta no confronto, enxerga manipulação e exagero nos números de mortos e infectados pela Covid-19 e se posiciona contra a quarentena e a abertura irrestrita do comércio.

A matéria aborda ainda a crise instituição aberta junto ao STF e ao Congresso, expostas em manifestações antidemocráticas por seguidores de Bolsonaro.

Reprodução

O texto dedica um trecho para observar o flerte de ativistas bolsonaristas com movimentos de extrema-direita dos Estados Unidos, lembrando do protesto comandando por Sara Winter na semana passada.

“Por sinal, existe uma espécie de coqueluche de atentado ao bom senso entre os bolsonaristas mais radicais. Agora a moda é compartilhar vídeos bebendo leite. Além da referência óbvia à cor branca, esta atitude transmite uma referência cifrada a movimentos de extrema-direita americanos que dizem, sem comprovação científica, que o leite é mais bem digerido por pessoas brancas do que por pessoas de cor”, diz a matéria.

A matéria cita ainda a famigerada reunião ministerial do dia 22 de abril, destacando a “misteriosa referência às hemorroidas” feitas por Bolsonaro.

“Houve quem sugerisse que o Presidente teria trocado hemorragia por hemorroida, confundindo o significado dos termos. Ninguém compreendeu bem o que Bolsonaro queria dizer, mas uma pichagem nova apareceu nos muros do Rio de Janeiro: ‘A minha hemorroida é a minha liberdade (JB)!'”

06 de junho de 2020, 14:13

Compartilhe: