quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Rapidinhas: O Tiozão do Twitter

Foto: Reprodução

Davi Lemos

Querem saber a rotina do Senado Federal, fazer um “tour” virtual pelas dependências da Casa Legislativa em Brasília? Basta seguir a conta no Twitter do senador Fernando Collor de Mello (PROS), que perguntou aos seus quase 70 mil seguidores se eles queriam conhecer o Senado. O ex-presidente da República que sofreu impeachment em 1992 e ficou lembrado pela relação raivosa demonstrada em entrevistas, agora se mostra mais divertido e até bonachão, uma espécie de “Tiozão do Twitter”.

Zoeiro

Agindo como Tiozão do Pavê (tipo sem noção que tira sarro de todo mundo), Collor reagiu a um Twitter do internauta Felipe Consentino. O internauta escreveu: “Não interajam com a conta do Collor, não dêem RT, não marquem ele. A equipe de mídias sociais dele quer passar a imagem de tiozão legal, mas ele é o mesmo f* da p* que confiscou dinheiro das pessoas”. Collor, de pronto, retuitou e aproveitou para zoar o internauta: “Bom dia pessoal. Olha a dica do grande entendedor de mídias sociais. Me deve essa hein Felipão”, escreveu Collor. Segundo o senador em recente entrevista à Jovem Pan, é ele mesmo quem responde em seu Twitter. Será verdade? Dá para apostar uma Fiat Elba?

Reações hilárias

A resposta dos usuários do Twitter às postagens do ex-presidente também vêm geralmente com uma boa pitada de humor. A internauta Paula Oliveira, ao reagir à postagem do Consentino, escreveu: “É recalque que fala, né Felipe Consentino?!?! Eu gosto de interagir com o Collor …. Me afeiçoei. Me julguem!”. Ao que respondeu Collor: “E eu de falar com vcs. Me julguem”. A conta do “feio e calculista” fez um comentário muito bem humorado em postagem em que Collor mostrava foto de como aproveitava o sábado em Alagoas: “eu não acredito que esse f* roubou o dinheiro do meu pai e do meu avô pra beber Skol”. Para quem estiver amargurado e triste, fica a dica de passear pela conta do seriíssimo senador da República: a exemplo de uma cerveja, pode causar risos ou náusea.

23 de setembro de 2020, 17:55

Compartilhe: