segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

PSL suspende Eduardo Bolsonaro e outros 13 deputados

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Redação

A Executiva Nacional do PSL suspendeu 14 deputados da legenda que são alvos de processo no Conselho de Ética do partido. O filho do presidente Jair Bolsonaro, deputado Eduardo Bolsonaro (SP), é quem recebeu a maior punição e pode ser suspenso das atividades partidárias por um ano. Ao todo, 14 deputados tiveram os pedidos de suspensão aceitos e quatro foram advertidos.

A decisão não tem efeito imediato e precisa ser referendada pelo Diretório Nacional da legenda, que se reúne na semana que vem. Se mantida, o filho do presidente perde a liderança do PSL na Câmara e todas as cadeiras que ocupa nas comissões temáticas da Casa. Eduardo só manteria o comando da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (Creden) porque foi eleito presidente e, pelo regimento da Casa, fica imune a quaisquer alterações feita pelo partido.

27 de novembro de 2019, 23:04

Compartilhe: