segunda-feira, 13 de julho de 2020

PSL repudia convocação de Bolsonaro a atos anti-Congresso

Foto: Reprodução

Da Redação

O PSL, antigo partido do presidente Jair Bolsonaro, também se manifestou sobre a convocação aos atos do dia 15 de março, focados em ataques ao Congresso. A sigla emitiu uma comunicado, pelas redes sociais, em que afirma que Bolsonaro “ataca a democracia ao defender as manifestações”.

“O PSL repudia veementemente a atitude, que fere as instituições e o equilíbrios entre os Poderes”, diz o comunicado, publicado no Twitter.

O PSL diz ainda que Bolsonaro “abusa de um comportamento recorrente: em vez de debater assuntos urgentes à populaçao e costurar o apoio às reformas, gasta energia com tentativas de desqualificar de desqualificar o Parlamento e o Superior Tribunal Federal”.

26 de fevereiro de 2020, 13:32

Compartilhe: