quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Prefeitura inicia revitalização do Complexo de Irmã Dulce para cerimônia de canonização

Foto: Betto Júnior/Secom

Espaço de fé e religiosidade, que ajuda a contar um pouco da trajetória do Anjo Bom da Bahia, o Complexo Turístico Religioso de Irmã Dulce começou a ser requalificado pela Prefeitura. Na manhã desta terça-feira (17), o vice-prefeito Bruno Reis esteve no local, no Largo de Roma, para autorizar o início das obras, que devem ser concluídas até 15 de outubro, dois dias após a cerimônia de canonização da primeira santa brasileira, no Vaticano. Em Salvador, a celebração será em 20 de outubro, na Arena Fonte Nova.

Acompanhado da superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), Maria Rita, o vice-prefeito Bruno Reis explicou que as intervenções serão divididas em duas etapas. Na primeira, toda a edificação passará por uma revisão da estrutura, da alvenaria, instalação hidráulica, elétrica e do forro. Também serão feitos serviços de revestimento, pintura interna e externa, além de melhorias no batistério e velário do santuário.

De acordo com Bruno Reis, a fachada do complexo também será realçada pela lavagem do prédio, retirando as películas soltas. “Vamos deixar o local pronto para receber os milhares de romeiros e devotos, que virão para o evento de canonização em Salvador, em 20 de outubro, na Arena Fonte Nova. Tenho certeza que as pessoas aproveitarão esse final de semana para visitar o Santuário de Irmã Dulce e a Colina Sagrada”, assinalou.

A primeira fase será executada com recursos da Prefeitura, por meio da Secretaria de Manutenção (Seman). Para a segunda etapa, Bruno Reis disse que vai mobilizar a sociedade e buscar parcerias com empresas que queiram contribuir com a revitalização do complexo. “Essa parte envolverá o isolamento acústico do templo e a execução do projeto de evacuação, em caso de incêndio, além da construção de uma passarela, para que os devotos acessem a imagem de Irmã Dulce, em cima do santuário”, pontuou.

Superintendente da Osid, Maria Rita demonstrou felicidade pela parceria com a Prefeitura, especialmente no momento em que a canonização de Irmã Dulce foi anunciada, estimulando um maior número de visitas de devotos brasileiros e estrangeiros. “Fomos pegos de surpresa com essa bela notícia. Tem um mundo de gente aparecendo. Turistas de todo o Brasil e de fora também. E a gente precisa acolher bem. A Bahia tem essa fama de ser muito hospitaleira, de acolher bem a todos. E Irmã Dulce também. Ela sempre acolheu com amor”, disse.

Turismo religioso

A revitalização do complexo dedicado ao Anjo Bom da Bahia faz parte de um conjunto de intervenções na Cidade Baixa para estimular o turismo religioso, como a implantação do Caminho da Fé e a requalificação da Colina Sagrada, no Bonfim. O espaço, situado no Largo de Roma, abriga o Memorial Irmã Dulce, com mais de 800 peças, que contam a história da religiosa, além do Santuário da Bem-Aventurada, onde está o túmulo dela, e o espaço de gastronomia Dulce Café, assim como a Loja Irmã Dulce.

17 de setembro de 2019, 14:10

Compartilhe: