terça-feira, 20 de abril de 2021

Polícia do Senado vai indiciar Felipe Martins por conta de gesto obsceno

Foto: Reprodução/TV Senado

Da Redação

O assessor para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Filipe Martins, deve ser indiciado pela Polícia Legislativa do Senado, por conta do gesto que ele fez com a mão direita, interpretado pelos parlamentares como “obsceno”.

Segundo o blog do jornalista Gerson Camarotti, uma perícia realizada nas imagens mostrou que Martins não encostou no terno. A justificativa do assessor era de que ele estava ajustando a lapela do terno, argumento derrubado pela perícia.

O ato aconteceu no dia 24 de março, quando Martins acompanhava o agora ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, em uma sessão de debates sobre a atuação do Itamaraty na contratação de vacinas contra Covid. Sentado atrás de Araújo, Martins juntou os dedos indicador e polegar da mão direita de forma arredondada.

A mão posicionada daquele jeito é utilizada por grupos supremacistas e formaria as letras WP (“white power”, ou poder branco).

 

08 de abril de 2021, 13:01

Compartilhe: