terça-feira, 22 de junho de 2021

Paulo Gustavo doou R$ 1,5 milhão para Osid

Foto: Divulgação

Da Redação

A morte do ator Paulo Gustavo causou uma enorme comoção em todo o país. Artistas, políticos e fãs lamentaram profundamente a partida precoce do humorista na noite de ontem, após uma longa batalha contra complicações causadas pela Covid-19.

Uma das tantas histórias que foram resgatadas ontem foi a relação do ator com as Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). Em 2017, o ator esteve em Salvador e visitou o local, para o qual doou R$ 600 mil. O valor foi destinado à construção de uma unidade de oncologia.

No total, o ator doou R$ 1,5 milhão para a Osid. Durante a longa batalha pela vida do ator, a mãe dele, Déa Lucia, inspiradora de uma de suas personagens mais famosas, pediu a interseção de Santa Dulce dos Pobres pelo seu filho.

O perfil das Obras Sociais Irmã Dulce publicou uma homenagem ao humorista:

Minha Mãe é uma Peça

Paulo Gustavo passou diversas vezes pelos palcos de Salvador: TCA, Teatro Sesc-Casa do Comércio e até a Arena Fonte Nova.

Em 2018, a capital baiana foi escolhida pelo humorista para gravar o DVD de “Minha Mãe é uma Peça”, no palco da Concha Acústica. A gravação aconteceu em um sábado de maio, na véspera do Dia das Mães.

A fonte de inspiração do ator estava no local e também se apresentou ao público. O material não ainda não foi lançado.

Paulo Gustavo deixa o marido, Thales Bretas, e dois filhos, além de uma legião de fãs por todo o Brasil.

05 de maio de 2021, 07:54

Compartilhe: