domingo, 27 de setembro de 2020

Operação do Gaeco prende advogado de falso cônsul de Guiné-Bissau envolvido em fraude no TJ-BA

Foto: Divulgação

Da Redação

A Operação Inventário, deflagrada pelo Grupo de Apoio Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público da Bahia (MP-BA), cumpriu mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão na manhã de hoje.

Entre os presos está o advogado João Novaes, defensor do “falso cônsul” de Guiné-Bissau Adailton Maturino, detido na Operação Faroeste, que investiga fraudes em decisões judiciais no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

Além dele, foram presas duas outras pessoas na operação. A todo, 11 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Salvador e Lauro de Freitas.

A operação investiga fraudes identificadas no bojo de processos judiciais em trâmite no âmbito da 11ª Vara de Família, Sucessões, Órfãos, Interditos, Ausentes da Comarca de Salvador, supostamente praticadas por uma organização criminosa composta por advogados, serventuário e particular responsável por falsificação de documentos.

10 de setembro de 2020, 13:24

Compartilhe: