terça-feira, 13 de novembro de 2018

Mourão aguarda apenas decisão de Bolsonaro sobre sua presença ou não nos debates e descarta outras opiniões contrárias

O general Hamilton Mourão (PRTB) afirmou que aguarda somente a decisão de Bolsonaro sobre a possibilidade de substituí-lo nos debates. O candidato a vice na chapa peselista disse que a decisão tem que ser “dele e de mais ninguém”. Em outras palavras, Mourão descartou ouvir as opiniões contrárias que já foram expostas pela família de Bolsonaro e pelo PSL.

Parte da coordenação de campanha avalia que a cadeira vazia no debate poderia reforçar o sentimento de dívida com o candidato, vítima de um atentado na última quinta-feira, 6, em Juiz de Fora. Mas o PRTB já informou que vai consultar o TSE. No entanto, por estar coligado, a sigla precisa da concordância do PSL.

Mourão reforçou a oportunidade de expor ideias. Para ele, a cadeira vazia”pode eventualmente nos causar algum prejuízo”.

Por parte dos adversários, a avaliação é que a presença de Mourão do debate pode ser melhor para rebater, justamente, as ideias propostas por Bolsonaro. É a estratégia do PSL, de manter a cadeira vazia, que preocupa os oponentes. Geraldo Alckmin, do PSDB, por exemplo, já pediu que os eleitores não votem em Bolsonaro apenas por solidariedade ao atentado que sofreu.

14 de setembro de 2018, 11:25

Compartilhe: