domingo, 27 de setembro de 2020

Ministro do STJ revoga liminar e Queiroz e esposa devem ser presos

Foto: Reprodução

Da Redação

O ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), revogou a prisão domiciliar de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), e determinou que ele volte para a prisão. A decisão também atinge sua mulher, Márcia Aguiar, que antes estava foragida e agora deve ser presa.

A íntegra da decisão ainda não foi divulgada pelo magistrado. No seu despacho, o ministro Fischer determina a revogação da liminar concedida pelo presidente do STJ, João Otávio Noronha, durante o plantão do Judiciário, que mandou Queiroz para a prisão domiciliar.

Com a revogação, o STJ deve intimar o Tribunal de Justiça do Rio para cumprir uma nova ordem de prisão contra Queiroz, o que deve ocorrer nesta sexta-feira.

Leia também:

Ministério Público perde prazo para recorrer sobre foro de Flávio Bolsonaro

13 de agosto de 2020, 21:28

Compartilhe: