quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Ministério da Economia quer mudar isenções fiscais de entidades filantrópicas

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Redação

A equipe do ministro Paulo Guedes quer corrigir o que considera uma distorção nos impostos cobrados sobre atividades de entidades com status de filantrópicas, como universidades e hospitais. O Ministério da Economia deve propor essa “correção” na proposta de reforma tributária, que está sendo elaborada pela equipe da pasta, segundo o jornal O Globo.

Os cálculos apontam que o governo deixará de arrecadar R$ 14,16 bilhões em contribuições previdenciárias em 2020 em razão da imunidade tributária dessas entidades, o que representa uma alta de quase 7% em relação à perda de arrecadação de R$ 13,24 bilhões este ano, conforme dados da Receita Federal.

De acordo com O Globo, mudanças na tributação do setor estão na proposta de Guedes, como parte do discurso sobre a necessidade de corrigir injustiças do sistema tributário. A ideia é ter argumentação parecida com a adotada na reforma da Previdência , quando o governo bateu na tecla de que é preciso acabar com pQrivilégios nas aposentadorias, e não apenas conter o rombo previdenciário.

17 de setembro de 2019, 11:01

Compartilhe: