quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Manifestantes em Salvador pedem boicote ao Carrefur após morte de homem

Foto: Reprodução/Victor Silveira/TV Bahia

Da Redação

Um grupo de manifestantes ocupou, na manhã deste domingo (22), a frente ao hipermercado Atacadão, na Avenida Bonocô, em Salvador, para protestar contra o assassinato do homem negro em uma unidade do Carrefour, em Porto Alegre, na última quinta-feira (19). O Atacadão é uma unidade do grupo Carrefour na capital baiana.

Com faixas e palavras de ordem e pedindo justiça pelo crime, o grupo também repudiou o posicionamento de autoridades, como o vice-presidente Hamilton Mourão que, no dia seguinte à morte de João Alberto, declarou não existir racismo no Brasil.

Segundo o G1 Bahia, uma confusão teve início, mas logo a situação foi acalmada pela Polícia Militar. Os manifestantes tentaram entrar na unidade, mas os portões foram fechados. Com isso, houve discussão entre o grupo e funcionários do hipermercado e a PM interveio. Os protestos ocorreram do lado de fora, enquanto clientes ficaram presos, sem conseguir sair do estabelecimento.

A manifestação teve fim por volta das 12h30.

22 de novembro de 2020, 15:02

Compartilhe: