terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Léo Santana pede que governantes olhem para classe artística

Foto: Divulgação

Da Redação

O cantor Léo Santana aproveitou o lançamento do novo hit “Samu”, feito em parceria com o cantor Vitão, para pedir que os governantes pensem mais no entretenimento e em flexibilizações para a classe artística na pandemia.

“Eu queria que os governantes olhassem mais para a nossa classe nesse ano que se inicia, até porque algumas pessoas veem o entretenimento como diversão, mas também é uma profissão, é o meio de cada músico, produtor, técnico de som”, desabafou o cantor.

“Se falam em tudo e não se fala em entretenimento. Os bares estão funcionando, os aviões lotados, aeroportos estão lotados e quando se faz um evento, critica, é querer cancelar, as pessoas só pensam no artista, mas não é só o artista, eu volto a dizer, é toda uma equipe gigantesca que depende simplesmente de nós, artistas que estamos ali no palco. É bom pontuar isso, porque as vezes as pessoas criticam muito o entretenimento de nós, artistas e músicos, como se nós tivéssemos ali se divertindo”.

“Claro que é algo que a gente ama, quando a gente faz algo que a gente ama a gente acaba se divertindo também, mas eu espero que nesse início de ano a gente possa flexibilizar um pouco mais o meio dos músicos trabalharem”, concluiu.

O artista também falou sobre a importância da vacinação em larga escala.

“Poder sair e vir com o pão de cada dia para sua família, para seus filhos e esse é o meu voto para 2021, claro que com segurança, para a gente fazer nossos eventos e que a vacina venha para a gente fazer com mais liberdade, que é o que a gente ama, que é trazer alegria para o povo”, afirmou.

07 de janeiro de 2021, 19:31

Compartilhe: