terça-feira, 14 de julho de 2020

Léo Prates afirma que Salvador registra taxa de transmissão de 2%, mas ocupação de UTIs ainda preocupa

Foto: Reprodução/Facebook

Da Redação

O secretário municipal da Saúde, Léo Prates, afirmou que Salvador registra uma taxa de transmissão de 2%, o que demonstra que a capital pode estar perto de superar a pior fase da pandemia do novo coronavírus.

Em entrevista à TV Bahia, Prates lembrou que a taxa de transmissão já chegou a 11%. “Estamos com uma taxa de transmissão de cerca de 2%. É uma boa taxa de transmissão. A gente vem, com as medidas restritivas, conseguindo conter a taxa de transmissão, que já foi de 11%. Estamos conseguindo avançar bem”, disse o secretário.

No entanto, apesar da boa notícia, o secretário alerta ainda para uma alta taxa de ocupação dos leitos de UTI, que chega a 80%, e um número alto também de óbitos.

“A gente está intensificando esse trabalho das medidas de proteção a vida com uma série de ações, agindo nas áreas onde há maior avanço da doença. Considero isso uma medida muito importante para a contenção da curva de contágio na cidade de Salvador. Porém, ainda temos uma taxa de ocupação de leitos de UTI alta, cerca de 80%, e número de óbitos muito alto”, completou.

Salvador registra, até o momento, 26.814 casos confirmados de coronavírus, com 1.029 mortes em decorrência da Covid-19.

26 de junho de 2020, 09:56

Compartilhe: