quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Justiça do Rio proíbe cremação de corpo de Adriano da Nóbrega após pedido da família

Foto: Reprodução

Da Redação

A Justiça do Rio de Janeiro proibiu nesta quarta-feira (12) a cremação do corpo do miliciano Adriano da Nóbrega, morto no último domingo (9), em Esplanada (BA).

A decisão se deu por conta de um pedido pela família do ex-policial. A cremação estava prevista para as 10h desta quarta no Crematório do Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, Zona Portuária do Rio.

A juíza Maria Izabel Pena Pieranti argumentou “que não se encontram preenchidos os requisitos previstos na Lei de Registros Públicos (lei 6.075/1973)”. A magistrada registra ainda que não constam no pedido documentos imprescindíveis para a cremação, como a cópia da Guia de Remoção de Cadáver e o Registro de Ocorrência.

Ela reitera que Adriano da Nóbrega não morreu de causas naturais e que, segundo consta em sua certidão de óbito, ele sofreu anemia aguda e politraumatismo causados por instrumento perfuro-cortante.

O corpo do miliciando estava no Instituo Médico Legal da cidade de Alagoinhas e aguardava liberação para poder ser trasladado para o Rio.

12 de fevereiro de 2020, 13:04

Compartilhe: