quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Juiz que atuou na Lava Jato retira da pauta de julgamentos do CNMP procedimento contra Dallangnol

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Redação

A Justiça Federal do Paraná determinou que o Conselho Nacional do Ministério Público retirasse da pauta de julgamentos um procedimento administrativo contra o procurador Deltan Dallagnol que seria analisado nesta terça-feira (27), segundo informações da coluna Painel da Folha de S. Paulo.

A decisão foi do juiz Nivaldo Brunoni, conhecido na mídia local como amigo do ex-juiz Sérgio Moro e atuante também em casos da Lava Jato. Segundo a Painel, foi ele que deu a ordem de execução da sentença do ex-presidente Lula, por exemplo.

O magistrado acatou o argumento da defesa do procurador, que dizia que Dallangnol mudou sua banca de defesa e que os novos contratados não tiveram tempo de produzir as alegações finais no processo.

No procedimento, o chefe da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba reponde por ter atacado, em entrevista, sem nominar, os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

26 de agosto de 2019, 12:59

Compartilhe: