sexta-feira, 10 de abril de 2020

Guedes estuda propor redução de salários de servidores públicos para amparar desempregados

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Da Redação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, está trabalhando em home office, segundo a Veja, em seu apartamento no Leblon, no Rio de Janeiro. Durante esses dias, tem estudado medidas para atenuar os impactos na economia por conta da crise gerada com a pandemia do novo coronavírus.

Uma das medidas estudadas por Guedes e sua equipe envolve a redução temporária de 30% dos salários de funcionários públicos que recebam mais de R$ 10 mil por três meses. Os recursos seriam destinados para amparar o contingente de 55 milhões de desempregados ou em condições de trabalho informal.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, enxergo a medida com bons olhos e, segundo estimativas da equipe econômica, os recursos poderiam disponibilizar ao governo mais de R$ 130 bilhões para distribuir às pessoas em condição de maior vulnerabilidade uma quantia entre R$ 300 e R$ 400 reais, em contrapartida à proposta da medida provisória, que possibilitava ao empregador suspender o contrato de trabalho por até quatro meses.

O ministro já informou ao presidente Jair Bolsonaro que o país consegue sobreviver sem os serviços e comércios em pleno funcionamento apenas até o dia 7 de abril.

26 de março de 2020, 12:08

Compartilhe: