sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Geddel é liberado para prisão domiciliar nesta quarta-feira (15)

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Da Redação

O ex-ministro Geddel Vieira Lima deixa na manhã desta quarta-feira (15) o Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, após o ministro Dias Toffoli, do STF, deferir requerimento de seus advogados, solicitando prisão domiciliar em virtude da contaminação por Covid-19.

A decisão de Toffoli foi publicada na noite de ontem. No deferimento, Toffoli ressalta que se trata de uma “decisão excepcional” que não prejudica “posterior reexame do juiz natural da causa”, ministro Edson Fachin. Como o Judiciário está em recesso, o pedido foi encaminhado ao presidente da Corte.

Geddel está preso desde 2017. Inicialmente, ele estava detido no Complexo da Papuda, em Brasília, mas conseguiu ser transferido para Salvador no final do ano passado.

15 de julho de 2020, 08:50

Compartilhe: