quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Ex-pastores acusam Igreja Universal de força-los a fazer vasectomia

Foto: Reprodução/ReligiãoCulturaMix

Redação

Ex-pastores ligados à Igreja Universal do Reino de Deus acusam a instituição de força-los a fazer vasectomia, segundo informações da Folha de S. Paulo.

Os religiosos afirmam que o procedimento garante o ingresso, a permanência ou a ascensão nos quadros da igreja. Isso porque, sem filhos, os ex-pastores estariam mais disponíveis para mudar de cidade a mando da igreja, já que a instituição custei a família dos religiosos.

Segundo a Folha, as alegações e os relatos dos religiosos são similares e eles apontam a esterilização como uma espécie de política de recursos humanos.

A Universal já foi condenada em primeira e segunda instâncias em processos movidos na Justiça do Trabalho. Há ainda uma condenação no Tribunal Superior do Trabalho, de acordo com a Folha. A igreja nega as acusações.

09 de junho de 2019, 09:01

Compartilhe: