domingo, 18 de agosto de 2019

“Errar é humano e permanecer no erro é burrice”, diz Isidório ao justificar mudança de voto na votação da Reforma da Previdência

Foto: Agência Câmara

Thyara Araujo

Entre os 39 deputados baianos que participaram do segundo turno da votação do texto-base da proposta de reforma da Previdência, 24 votaram a favor e 15 se mostraram contrários.  Desta vez, o Pastor Sargento Isidório (Avante) mudou de opinião e votou contra a reforma.  Em vídeo (ver abaixo) publicado em suas redes sociais, ele justificou sua nova posição sobre o assunto.

De acordo com Isidório, a decisão foi tomada porque o acordo feito com o Governo para aprovar sete projetos que beneficiariam a Bahia não foi cumprido. “Todo mundo sabe que no primeiro turno eu votei favorável porque o presidente prometeu que iria fazer um pacto federativo com o Nordeste e agora eles escolheram ofender os nordestinos”, afirma em parte do seu depoimento.

Nas redes sociais, Isidório foi alvo de críticas e elogios. Em uma postagem do último dia 29, em que o deputado aparece com uma bíblia na mão e com uma mensagem de “Feliz Aniversário”, muitas pessoas aproveitaram o espaço para repercurtir a mudança de voto.”Judas”, “Fez a coisa certa desta vez”, “Ainda bem que voltou atrás” e “Corrompido” foram algumas das mensagens que dividiram opiniões de seus eleitores.

Ver essa foto no Instagram

Obrigado!

Uma publicação compartilhada por Pastor Sargento Isidório (@pastorsargentoisidorio) em

O texto-base da reforma foi aprovado em segundo turno na noite desta terça-feira (6), pela Câmara dos Deputados. Entre os presentes, 370 votaram a favor, 124 contra e uma abstenção. Por se tratar de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), eram necessários ao menos 308 votos favoráveis.

Confira vídeo:

Kannário mantém posição

O cantor e deputado Igor Kannário (PHS) votou a favor da reforma, mantendo a mesma postura do primeiro turno. Até o momento, ele ainda não se manifestou sobre a votação deste segundo turno.

Votos de cada deputado baiano

A FAVOR
1. Abílio Santana (PL)
2. Adolfo Viana (PSDB)
3. Alex Santana (PDT)
4. Antonio Brito (PSD)
5. Arthur Maia (DEM)
6. Cacá Leão (PP)
7. Charles Fernandes (PSD)
8. Claudio Cajado (PP)
9. Elmar Nascimento (DEM)
10. Igor Kannário (PHS)
11. João Carlos Bacelar (PL)
12. João Roma (PRB)
13. José Rocha (PL)
14. José Nunes (PSD)
15. Leur Lomanto Júnior (DEM)
16. Márcio Marinho (PRB)
17. Otto Alencar Filho (PSD)
18. Paulo Azi (DEM)
19. Paulo Magalhães (PSD)
20. Professora Dayane Pimentel (PSL)
21. Raimundo Costa (PL)
22. Ronaldo Carletto (PP)
23. Tito (Avante)
24. Uldurico Junior (PROS)

CONTRA
1. Afonso Florence (PT)
2. Alice Portugal (PCdoB)
3. Bacelar (Pode)
4. Daniel Almeida (PCdoB)
5. Félix Mendonça Júnior (PDT)
6. Jorge Solla (PT)
7. Joseildo Ramos (PT)
8. Lídice da Mata (PSB)
9. Marcelo Nilo (PSB)
10. Valmir Assunção (PT)
11. Waldenor Pereira (PT)
12. Zé Neto (PT)
13. Mário Negromonte Jr ( PP)
14. Nelson Pellegrino (PT)
15. Pastor Sargento Isidório (Avante)

07 de agosto de 2019, 16:42

Compartilhe: