domingo, 5 de abril de 2020

Empresária alemã é suspeita de matar gerente de pousada em Canavieiras

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Da Redação

Uma empresária alemã está sendo procurada pela Polícia Civil por suspeita de envolvimento no assassinato de Bruno Lino de Andrade Loureiro. Corina Aracelly Retzlaff Schroderno é dona de uma pousada em Canavieiras, no sul da Bahia, e Bruno trabalhava como gerente. O crime ocorreu no último dia 6 de fevereiro.

Segundo a polícia, a vítima foi morta com um tiro no céu na boca e seu corpo encontrado numa praia da cidade com as mãos amarradas. Corina teve a prisão preventiva decretada pela Justiça Criminal de Canavieiras na sexta-feira (6). Outros dois suspeitos de participação no crime também tiveram prisão preventiva decretada. Eles já estavam presos, mas de forma temporária.

A Polícia Civil informou que o mandado de prisão preventiva da alemã já foi encaminhado para a Interpol – polícia internacional. A motivação do crime não foi informada.

07 de março de 2020, 10:28

Compartilhe: