sábado, 30 de maio de 2020

Em Paratinga, prefeito vira réu por improbidade administrativa

Foto: Reprodução

Redação

O prefeito do município baiano de Paratinga, Marcel José Carneiro de Carvalho (PT), tornou-se réu em ação de improbidade por prejuízo ao erário e atentado contra os princípios da Administração Pública, após ser denunciado, em maio de 2019, por desvio de dinheiro.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), o gestor, que está no seu segundo mandato (2017-2020), desviou R$ 2.059.970,38 em verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) entre 3 e 31 de dezembro de 2012, no final de seu primeiro mandato.

Segundo a ação, Marcel Carneiro, por não conseguir a reeleição, em outubro de 2012, agiu “de maneira maliciosa, deliberada e de má-fé, desviou as verbas do Fundeb, encaminhadas ao município de Paratinga em dezembro de 2012, para contas de livre movimentação”.

No seu último dia de mandato, ainda em 2012, o gestor fez cinco transferências de R$ 226.840,00, totalizando R$ 1.134.200,00, para uma empresa de comércio de veículos, que seriam referentes à aquisição de ônibus escolar. Porém, segundo o MPF, não há comprovação da necessidade da compra e entrega dos veículos.

Marcel deverá ser citado para apresentar contestação. O processo segue tramitando na Justiça até que seja julgado o pedido final da condenação de improbidade administrativa, feito pelo MPF.

13 de janeiro de 2020, 23:23

Compartilhe: