sábado, 20 de julho de 2019

Em convenção, DEM aposta em Bruno Reis para suceder ACM Neto

Foto: Toda Bahia

Davi Lemos

Embora não tenha sido batido o martelo, a Convenção Estadual do Democratas deu um sinal claro: Bruno Reis, atual vice-prefeito de Salvador, deve ser o candidato à sucessão de ACM Neto. Um segundo sinal claro, em tom de cobrança, do prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM: que os deputados estaduais façam oposição de verdade ao governador Rui Costa (PT).

“Vamos fazer oposição de verdade ao governo que está aí. Me chamem que eu vou ser assesor de vocês”, disse ACM Neto, dirigindo-se ao deputado estadual Sandro Régis (DEM). Também ficou clara na convenção, na qual o deputado federal Paulo Azi foi efetivado na presidência estatual do partido em substituição a José Carlos Aleluia, que a estratégia é fazer das eleições de 2020 o trampolim para a eleição de Neto ao governo do Estado em 2022.

Visando essas alianças, embora pretenda disputar as eleições nos 417 municípios baianos, ACM Neto e Paulo Azi afirmaram que verão com os partidos que fazem oposição ao PT na Bahia as possibilidades para melhor concorrer em cada cidade. Sobre Salvador, entretanto, um sinal: “Não tenho dúvidas: Bruno Reis é um nome já marcado e identificado com o futuro político dessa cidade”, disse Paulo Azi.

Críticas ao PT

Azi salientou, em seu discurso como novo presidente estadual do DEM, que a Bahia deixou de ser uma protagonista no Nordeste. “Ter o maior número de pessoas cadastradas no Bolsa Família no Brasil não deveria ser motivo de orgulho, mas de vergonha”, considerou o parlamentar. ACM Neto disse que viajará todo o estado, mas salientou que isso não prejudicará sua administração na capital baiana.

“Não nos falta disposição e capacidade de trabalho para construirmos o futuro da Bahia. Essa convenção é o primeiro passo para um conjunto de eventos que vamos realizar durante todo o ano em nosso estado”, disse Neto. Embora não estivesse no roteiro, ele foi lançado candidato a governador pelo ex-presidente estadual do DEM, José Carlos Aleluia: “Não sei se ele vai gostar que eu diga isso, mas ele será melhor governador que o seu avô”. Aleluia referia-se ao ex-governador e senador ACM, falecido em 2007.

25 de abril de 2019, 20:20

Compartilhe: