terça-feira, 22 de setembro de 2020

Dinheiro desviado da sede da Petrobras em Salvador teria financiado campanhas do PT

A 56ª fase da Lava Jato, batizada de Operação Sem Fundos,  cumpre 68 mandados de busca e apreensão, 14 de prisão temporária e 8 de preventiva. As investigações do Ministério Público Federal  apontam que 1% do valor da obra da Torre Pituba, sede da Petrobras em Salvador, teria financiado campanhas do PT, segundo informações apuradas pela rádio CBN.

O dinheiro desviado da obra tinha origem em contratos superfaturados pelas construtoras OAS e Odebrecht, e foi repassado ao PT por meio de doações ao Diretório Nacional do partido ou através de um emissário do ex-tesoureiro João Vaccari Neto, que recebia as quantias em espécie.

Na capital baiana, foram presos pela PF um ex-alto funcionário da OAS, além de um ex-secretário do governo Jaques Wagner e um empresário.

Além da Bahia, a Polícia Federal realiza ações nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

23 de novembro de 2018, 09:57

Compartilhe: