sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Dilma conversa com Lula ao telefone e diz que ex-presidente está disposto a rodar o Brasil

Foto: Reprodução/TV

Redação

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) está em Buenos Aires, na Argentina – para o encontro do Grupo de Puebla, que reúne líderes da esquerda latino-americana -, mas conversou nesta sexta-feira (8) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao telefone, logo após ele ser libertado da prisão, em Curitiba.

Após a ligação, a ex-presidente relatou que Lula comentou disposição de “ir a todos os lugares do Brasil” com uma posição de “resistência”. Cercada por jornalistas, grande parte deles de canais de TV argentina, que deram destaque para a saída de Lula da prisão, Dilma disse que “Lula pediu para agradecer toda a solidariedade que o povo argentino lhe prestou”.

Na véspera, o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, foi um dos primeiros a se manifestar nas redes sociais celebrando a possibilidade de saída do Lula. “Ele me pediu para manifestar seu grande contentamento com a vitória de Alberto e Cristina, desejando a eles os melhores resultados possíveis diante de uma situação tão catastrófica como essa que [o atual presidente Mauricio] Macri deixou aqui”, afirmou Dilma.

Citando também o Equador, o Chile e o Haiti, ela considerou que a saída de Lula da prisão “combina com uma série de movimentos” na América Latina, após anos de “perda de direitos” de governos neoliberais”.

09 de novembro de 2019, 07:02

Compartilhe: