quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Depois de Moro, ministro do Turismo também tira licença não remunerada

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Redação

Uma semana depois de o ministro da Justiça Sérgio Moro tirar licença não remunerada de suas funções, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, solicitou a mesma licença para também tratar de “assuntos particulares”.

A licença do ministro vai até o dia 26 de julho e ele retorna ao cargo no dia 29. Moro solicitou licença entre os dias 15 e 19 e retorna às suas funções na segunda-feira, 22.

Álvaro Antônio é alvo de uma investigação da Polícia Federal por suspeita de liberação de verbas públicas para candidaturas laranjas nas eleições de 2018 para o PSL em Minas Gerais. Na época, ele era presidente do partido no estado.

20 de julho de 2019, 21:29

Compartilhe: