sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Defensores de Flávio Bolsonaro pedem arquivamento de ação contra foro privilegiado

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

Da Redação

A defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) pediu no Supremo Tribunal Federal (STF) a impugnação do pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro para que as investigações sobre a suposta rachadinha no gabinete do ex-deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro retorne à 1ª instância da Justiça do Rio de Janeiro.

No mês passado, a 3ª Câmara Criminal do Rio concedeu habeas corpus ao senador, fazendo com que o caso passasse a ser apurado na 2ª instância da Justiça do Rio, no Órgão Especial do Tribunal de Justiça fluminense. Até então, as investigações e decisões estavam sendo lideradas pela primeira instância.

A suspeita de rachadinha começou no fim de 2018, em meio a operação Furna da Onça da Lava Jato. Relatórios do antigo Coaf apontaram movimentação financeira atípica em mais de 20 gabinetes do Legislativo estadual.

13 de julho de 2020, 23:28

Compartilhe: