segunda-feira, 13 de julho de 2020

Corpo de vítima da Covid-19 some do Hospital Espanhol e família suspeita que foi enterrado por engano

Foto: Divulgação

Da Redação

Os familiares de Arlete Santos, que morreu na última segunda-feira (1º), no Hospital Espanhol, procuram pelo corpo. A suspeita é que ela tenha sido enterrada por engano.

Após darem entrada nos papéis, os parentes e a empresa funerária, ao chegarem ao hospital, foram informados de que o corpo não estava lá. De acordo com um irmão da falecida – segundo o G1 – é de que o corpo tenha sido liberado para outra família por engano.

O Hospital Espanhol, de acordo com nota enviada pela assessoria de imprensa, afirma que houve um erro no procedimento de liberação do corpo, tanto da família da outra vítima, que fez o reconhecimento equivocado, quanto da unidade, que liberou o corpo.

“Existe um protocolo seguindo todas as normativas de segurança para que não ocorram incidentes como este. Neste caso específico, do reconhecimento do corpo da Sra. Arlete dos Santos Reis, houve falhas humanas, nas duas etapas – tanto na conferência da etiqueta, por parte do hospital; como no reconhecimento do corpo, de forma visual, por parte de um único familiar, dentro das prevenções de contaminação da Covid-19”, afirmou o hospital.

Os familiares que provavelmente enterraram Arlete por engano já reconheceram que o corpo da pessoa correta é o que permaneceu no Hospital Espanhol. O Hospital Espanhol informou que “se desculpa pelo ocorrido, às famílias envolvidas e dentro da gravidade reconhecida, compromete-se a assumir todas as demandas necessárias para regularizar a situação”.

02 de junho de 2020, 20:38

Compartilhe: