domingo, 18 de agosto de 2019

Conselho desarquiva procedimento contra Dallangnol no caso das mensagens vazadas do Telegram

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Redação

Um procedimento contra o procurador Deltan Dallagnol, levado ao órgão por causa das mensagens do Telegram publicadas pelo site The Intercept Brasil, foi desarquivado e tramitará no órgão, a pedido de dois conselheiros do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público).

Os conselheiros Erick Venancio e Leonardo Aciolly pediram nesta terça (13) a revisão da decisão de arquivamento e, agora, o procedimento voltará a tramitar e será distribuído para um relator.

O corregedor Orlando Rochadel, em decisão individual, havia arquivado  a reclamação contra Dallangnol sob o argumento de que as mensagens não tinham sua autenticidade comprovada.

Órgão responsável pela fiscalização disciplinar de promotores e procuradores de todo o país, O CNMP é composto por 14 conselheiros, que são indicados por suas instituições de origem e entidades da sociedade civil, que precisam ser aprovados também pelo Senado e pela Presidência da República.

O presidente do Conselho é o procurador-geral da República, hoje Raquel Dodge. Também compõe o colegiado integrantes indicados por STF (Supremo Tribunal Federal), STJ (Superior Tribunal de Justiça), Ministério Público Federal e dos estados, Ministério Público Militar, Ministério Público do Trabalho, Câmara e Senado, além da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). N

 

13 de agosto de 2019, 13:29

Compartilhe: