domingo, 1 de agosto de 2021

Confira como votaram os deputados da Bahia sobre aumento do “fundão” eleitoral

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Da Redação

A Câmara Federal aprovou na noite de ontem (15) o texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022, que determina as metas e prioridades para os gastos e investimentos do governo no ano que vem. No bojo da proposta, os parlamentares aprovaram o aumento do fundo eleitoral de R$2 bilhões para mais de R$5,7 bilhões.

Foram, no total, 278 votos a favor, 145 contrários e uma abstenção. Orientaram a favor da proposta PSL, PL, PP, PSD, MDB, PSDB, DEM, Solidariedade, PROS, PSC, PTB e Cidadania. Ao “não”, orientaram PT, PSB, PDT, Podemos, PSOL, Novo, PV, Rede e a liderança da oposição.

Da bancada da Bahia, votaram a favor os deputados:

Abílio Santana (PL)
Adolfo Viana (PSDB)
Antonio Brito (PSD)
Arthur Maia (DEM)
Cacá Leão (PP)
Charles Fernandes (PSD)
Cláudio Cajado (PP)
Igor Kannário (DEM)
João Carlos Bacelar (PL)
José Nunes (PSD)
Leur Lomanto Júnior (DEM)
Márcio Marinho (Republicanos)
Otto Alencar Filho (PSD)
Paulo Azi (DEM)
Paulo Magalhães (PSD)
Raimundo Costa (PL)
Ronaldo Carletto (PP)
Tia Eron (Republicanos)
Tito (Avante)

Votaram contra o aumento do fundo eleitoral os deputados baianos:

Afonso Florence (PT)
Alice Portugal (PCdoB)
Daniel Almeida (PCdoB)
Félix Mendonça Júnior (PDT)
Jorge Solla (PT)
Joseildo Ramos (PT)
Lídice da Mata (PSB)
Marcelo Nilo (PSB)
Pastor Isidório (Avante)
Professora Dayane (PSL)
Valmir Assunção (PT)
Waldenor Pereira (PT)
Zé Neto (PT)

Não participaram da votação os baianos Alex Santana (PDT), Bacelar (Podemos), José Rocha (PL), Sérgio Brito (PSD) e Uldurico Júnior (PROS).

16 de julho de 2021, 09:52

Compartilhe: