quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Condenado por estupro, Robinho volta a se comparar a Bolsonaro e diz que recebeu apoio de Neymar

Foto: Divulgação/Santos FC

Da Redação

O atacante Robinho voltou a se comparar ao presidente Jair Bolsonaro e afirmou ter conversado com Neymar, de quem diz ter recebido apoio. As declarações foram dadas pelo jogador ao Fox Sports.

Robinho foi condenado por estupro em primeira instância na Itália. Ele nega a acusação e diz que a relação sexual foi consensual.

“A imprensa colocou coisas deturpadas a meu respeito. Só que ninguém colocou que a menina pediu, no processo, R$ 3 milhões. Isso ninguém colocou”, disse.

“É muito difícil ela estar embriagada para não ter o ato, mas lembrar de todo mundo. Então, está meio fora de contexto essas histórias. Eu jamais dei um copo de bebida para essa garota, deixei de respeitar ou fiz alguma coisa sem o consentimento dela. Isso vocês podem ter certeza”, complementou.

Ao se comparar a Bolsonaro, Robinho afirmou ser vítima de injustiça.”As pessoas estão me julgando e me atacando igual fazem com o Bolsonaro. Eu não entendo porque estão me atacando assim”, criticou.

Sobre o apoio de Neymar, com quem Robinho jogou no Santos em 2010, ele diz que o camisa 10 da seleção brasileira o auxiliria com “pessoas que ajudaram na inocência dele”, referindo-se o caso envolvendo a modelo baiana Najila Trindade.

18 de outubro de 2020, 16:24

Compartilhe: