domingo, 7 de junho de 2020

Comportamento e comentários machistas de Edilson incomodam colegas na Band

Foto: Reprodução/Band

Da Redação

Ex-jogador de Bahia e Vitória, integrante do elenco pentacampeão mundial da seleção brasileira, Edilson Capetinha, já há alguns anos, vem tentando emplacar uma carreira de comentarista. Em 2011, chegou a comandar o quadro “Edilson que o povo gosta”, no Globo Esporte Bahia. Desde outubro do ano passado, ele faz parte do time do programa Os Donos da Bola, da Band. No entanto, seu comportamento vem desagradando alguns colegas na emissora.

Comentários machistas feitos pelo ex-atacante têm sido alvo de críticas de parte da equipe da Band. Por outro lado, segundo o UOL, Edilson continua muito querido por quem faz o programa.

Esses comentários machistas têm chegado aos ouvidos dos chefes, a partir de reclamação das colegas de redação.

Na última quinta-feira, durante o intervalo do programa, após a Band fazer uma chamada sobre a live da banda Melim, Edilson afirmou que daria todo o dinheiro do mundo só para ter relações sexuais com a cantora Gabriela Melim, que integra o gruo.

Colegas do ex-jogador pediram que ele fosse advertido sobre o comportamento. De acordo com o UOL, outra reclamação dos colegas é que Edilson costuma ser rude com quem tem ideias diferentes da dele, inclusive sobre assuntos não ligados a futebol. Tem gente pedindo dispensa do ex-atleta da emissora.

A equipe de “Os Donos da Bola” ,no entanto, diz que há “exagero”, e que Edilson cumpri horários e faz tudo que lhe é pedido.

16 de maio de 2020, 18:20

Compartilhe: