quinta-feira, 4 de junho de 2020

Chocado com o que viu, Celso de Mello pode antecipar decisão sobre manter ou não sigilo de vídeo

Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Da Redação

Segundo informações do jornalista Ricardo Noblat, da Veja, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, pode antecipar sua decisão sobre manter ou não o sigilo do vídeo da reunião ministerial em que comprovaria a pressão de Jair Bolsonaro para interferir na PF. Ele havia dito que decidiria sobre a questão na sexta-feira (22), mas, chocado com o que viu, de acordo com o jornalista, pode anunciar hoje.

O ministro retocou o seu voto e já tem argumentos de sobra para justificar o voto a favor da liberação do vídeo na íntegra.

A reunião aconteceu em 22 de abril. Dois dias depois, Sergio Moro pediu demissão do Ministério da Justiça, acusando Bolsonaro de tentar interferir no comando da PF. Foi Moro quem citou a existência do vídeo.

21 de maio de 2020, 11:15

Compartilhe: