segunda-feira, 14 de junho de 2021

Bruno Reis entrega plataformas geotécnicas de monitoramento da chuva e do solo em Salvador

Foto: Valter Pontes/Secom

Da Redação

Quinze novas plataformas geotécnicas de monitoramento da chuva e do solo em Salvador foram entregues nesta terça-feira (8) pela Prefeitura, em solenidade simbólica realizada no bairro Jardim Nova Esperança, na Escola Municipal Professora Irene da Silva Costa Santos, área onde uma dessas plataformas está instalada. A entrega simbólica foi realizada pelo prefeito Bruno Reis e pelo diretor geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macêdo, entre outras autoridades.

Com o nome técnico de Plataformas de Coleta de Dados Geotécnicas (PCDs Geotécnicas), esses aparelhos trazem como inovação a união de pluviômetros a sensores de umidade do solo no mesmo console. Por meio deles será possível monitorar o risco de deslizamentos em encostas urbanas e aprimorar os alertas de prevenção dos impactos de risco.

Para o prefeito Bruno Reis, o início da operação desses equipamentos marca a possibilidade de salvar mais vidas das pessoas que vivem em áreas de risco na cidade. “Essas estações vão servir para acionar os protocolos de evacuação das áreas, para orientar e tomar decisões na hora correta, antes que o desastre ocorra. Elas também serão úteis para a antecipação do retorno das famílias às suas casas após as chuvas. Isso porque, na medida em que conseguirmos ter uma precisão de como está a umidade do solo, a gente vai poder mensurar os riscos”.

A instalação das PCDs começou a ser feita no final de abril deste ano por técnicos da Defesa Civil de Salvador (Codesal) e do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Já estão em operação todas as unidades instaladas nas localidades de Brotas, Engenho Velho de Brotas, Lapinha, Fazenda Grande do Retiro (Calafate) Pernambués, Pirajá, Plataforma, Novo Horizonte, Cajazeiras VII e VIII, Sete de Abril, Jardim Nova Esperança, Sete de Abril, Doron e Pau da Lima.

“Esses equipamentos vão colaborar com as atividades preventivas da Defesa Civil de Salvador, ampliando a precisão na emissão de alertas de risco de deslizamentos por meio do monitoramento da umidade de solo das encostas e antecipando as ações de mitigação dos impactos socioambientais pela Codesal”, afirmou Macêdo.

Funcionamento

Cada plataforma geotécnica conta com seis sensores distribuídos ao longo de três metros de profundidade do solo. O pesquisador e geólogo do Cemaden, Daniel Metodiev, explica que esses sensores permitem monitorar o nível de saturação do solo por meio de um gráfico acompanhado em tempo real no Cemadec.

Toda essa informação é acompanhada por uma equipe composta por meteorologistas, engenheiros ambientais e técnicos do órgão. Atingido um nível crítico de umidade, a Codesal aciona as equipes de campo e faz as orientações necessárias para a comunidade local.

Aparato tecnológico

As 15 PCDs entregues hoje somam-se aos 54 pluviômetros automáticos instalados em diversas áreas da cidade, a 11 sistemas de alerta e alarme, quatro estações hidrológicas e duas estações meteorológicas. As estações compõem o Projeto RedeGEO (Estações Geotécnicas), uma iniciativa do Cemaden e da Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais (Funcate), patrocinado pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCTI), em parceria com a Defesas Civil dos municípios, universidades e institutos de pesquisa regionais.

Nova via

Após a entrega simbólica das estações geotécnicas, o prefeito Bruno Reis visitou a obra de construção da via Jardim Girassois, situada ao lado da Escola Municipal Professora Irene da Silva Costa Santos. A rua vai ligar os bairros de Jardim Nova Esperança e Jardim Nova Brasília à Avenida Mário Sérgio e aos bairros de Canabrava e Trobogy.

Presente na ocasião, o secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Luiz Carlos de Souza, informou que a obra tem um prazo previsto de 30 dias para a conclusão. “Quando nós criamos a Avenida Mário Sérgio, já melhoramos de maneira significativa a mobilidade para a região. Agora, com a construção da via Jardim Girassóis, vamos facilitar ainda mais o acesso à Nova Brasília e Jardim Nova Esperança”, afirmou.

08 de junho de 2021, 17:31

Compartilhe: