sábado, 6 de junho de 2020

Bahia realiza 40 mil testes para detectar o coronavírus

Foto: Divulgação/Sesab

Da Redação

O Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Moniz (Lacen-BA) recebeu 43.837 solicitações de exames para detecção do coronavírus (Covid-19) no período de 1° de março a 21 de maio.

Até às 15 horas de ontem (21), 39.949 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro na detecção do genoma viral, já haviam obtido resultado, o que representa 91,13% do total de amostras, restando apenas 3.888 exames em análise.

Os números colocam a Bahia em segundo lugar no ranking nacional de testagens moleculares, ficando atrás apenas de São Paulo. No Brasil, até a data de ontem, foram analisados 423.438 exames de 585.307 solicitados.

O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, destaca que foram investidos mais de R$ 2 milhões na ampliação e aquisição de equipamentos para o Lacen-BA.

“Inauguramos um novo prédio anexo que concentrou todos os procedimentos de biologia molecular no mesmo lugar e não ficamos esperando chegarem os insumos do Ministério da Saúde para realizar os exames. Compramos com recursos próprios, contratamos pessoal para trabalhar 24 horas por dia, sete dias por semana”, afirma o secretário.

22 de maio de 2020, 13:32

Compartilhe: