quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Bahia é alvo de operação da PF contra adulteração em combustível

Foto: Marcelo Camargo / Arquivo Agência Brasil

Da Redação

Uma operação deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado de São Paulo na manhã de hoje (21) buscou desarticular uma organização criminosa atuante em fraudes e adulteração de combustível. A Bahia foi um dos alvos da operação, batizada de Arinna.

Ao todo, a Polícia Federal cumpriu 5 mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão cumpridos em sete estados. Além da Bahia, as ações foram realizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Tocantins, Rondônia e Rio Grande do Sul.

Segundo o Ministério Público, os criminosos adulteravam combustíveis e o composto químico ARLA 32, reagente utilizado para garantir maior eficiência na redução dos poluentes nos motores a diesel, cuja alteração é considerada infração grave.

Ainda de acordo com as investigações, o grupo ainda utilizava, irregularmente, ureia destinada à fabricação de adubos e fertilizantes para fabricar ARLA 32.

21 de outubro de 2020, 08:55

Compartilhe: