domingo, 19 de maio de 2019

Após injúria a Jean Wyllys, desembargadora vira ré

Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

A queixa-crime do ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) contra a desembargadora Marília Castro Neves, do Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ), por injúria foi recebida nesta quarta-feira (15) pela Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Com a decisão, a desembargadora agora é ré e uma ação penal vai ser instaurada. A informação é do Valor Econômico.

A desembargadora escreveu em um post no Facebook que seria a favor de um “paredão profilático” para Jean, que era deputado na época.

A desembargadora não será afastada porque se entendeu que os fatos são de natureza privada e não interferem na sua função.

15 de maio de 2019, 21:02

Compartilhe: