domingo, 27 de setembro de 2020

Ambulantes fazem protesto pedindo liberação das praias de Salvador

Foto: Reprodução/TV Bahia

Da Redação

Ambulantes que trabalham em praias de Salvador realizaram nesta quarta-feira (16) um protesto, no bairro de Itapuã, pedindo a liberação das praias da capital baiana para poderem trabalhar.

Segundo os ambulantes, participaram do protesto barraqueiros que trabalham da praia de Jardim de Alah até a Praia do Flamengo. Ao todo, são cerca de 450 ambulantes cadastrados na Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), que trabalham nas praias da capital baiana.

“Estamos de braços cruzados tentando entender o que nosso prefeito quer fazer, porque não fomos enquadrados nem na primeira, nem na segunda, nem na terceira fase. No verão ainda nem ganhamos dinheiro porque veio a questão dos óleos nas praias. Até hoje procura saber quem foi que jogou esse óleo. Nós estamos aqui, dependemos da faixa de areia”, explicou o ambulante André, em entrevista à TV Bahia.

A Semop afirma que solicitou uma reunião com representantes da categoria para discutir e construir em conjunto protocolos de ações que permitam o uso das praias em condições seguras e saudáveis neste período de pandemia da Covid-19.

A prefeitura informou ainda, que, desde março, foram distribuídas cerca de 14 mil cestas básicas para os ambulantes, além do benefício Salvador Por Todos, que assegura R$ 270 por mês para diversas categorias atingidas pela pandemia.

16 de setembro de 2020, 16:42

Compartilhe: