quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Alunos da UFSB denunciam instalação de programa espião em computadores emprestados pela instituição

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Da Redação

Alunos da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), beneficiados por um edital da Pró-Reitoria de Ações Afirmativas para empréstimo de notebooks para acompanhamento de aulas on-line, denunciaram a instalação de um programa espião instalado nas máquinas emprestadas pela instituição.

Segundo reportagem do jornal Correio*, ao menos 42 estudantes dos 265 beneficiados afirmaram que tiveram conversas de WhatsApp, senhas de banco e até fotos íntimas salvas pelo programa.

O Diretório Central dos Estudantes informou que a primeira denúncia aconteceu há duas semanas. Desde então, 41 jovens já reportaram o mesmo problema. Ainda de acordo com o Correio*, os estudantes são do campus Sosígenes Costa, localizado em Porto Seguro.

Após as denúncias, a UFSB instalou uma sindicância formada por pró-reitores e servidores para investigar o caso e determinar a origem do programa. A investigações correm em sigilo e o prazo para conclusão é de até 60 dias. A instituição nega qualquer prática que viole a privacidade dos alunos.

Segundo o Correio*, a universidade informou que, até o momento, foram recolhidos cinco notebooks pela sindicância. A depender das conclusões, podem ser gerados processos administrativos disciplinares internos, que não impedem ações penais movidas pela Polícia Civil.

29 de outubro de 2020, 11:54

Compartilhe: