quinta-feira, 16 de julho de 2020

ACM Neto prorroga decretos de suspensão de atividades por sete dias e espera chegar a acordo com governador esta semana

Foto: Reprodução

Da Redação

O prefeito ACM Neto (DEM) anunciou em coletiva na manhã desta terça-feira (30) a prorrogação, por mais sete dias, dos decretos que suspendem uma série de atividades em Salvador, incluindo aulas das redes municipal e privada, bares e restaurantes, cinemas, espaços de eventos, comércio, shoppings centers, entre outras.

Neto lembrou que a suspensão por sete dias é em caráter excepcional, já que, usualmente, a prorrogação tem sido determinada sempre por mais 15 dias.

Ele explicou que há um avanço na construção do protocolo conjunto entre prefeitura e governo do estado, mas reiterou que ainda há alguns pontos que necessitam melhor aprofundamento, tanto por parte da gestão municipal, quanto da parte do governador Rui Costa.

ACM Neto disse que espera que esse alinhamento entre prefeitura e estado se concretize ainda esta semana. “Se fôssemos anunciar hoje um protocolo de retomada, nenhuma atividade retornaria esta semana. A nossa previsão seria o anúncio entre o dia 7 ou 10 de julho, portanto, não há prejuízo para nenhuma atividade”.

O prefeito informou que, ainda hoje, terá uma reunião com o governador Rui Costa sobre o assunto. “A retomada das atividades dependerá de critérios estabelecidos entre a prefeitura e o governo do estado, que vão levar em conta pontos como taxa de ocupação de leitos e taxa de crescimento do coronavírus. Além disso, mesmo depois da retomada de algumas atividades, poderemos voltar atrás na flexibilização, caso identifiquemos um agravamento da situação”, reiterou Neto, lembrando que cada atividade terá um protocolo específico de retomada.

Ele reforçou que há um completo alinhamento nas gestões municipal e estadual na construção desse protocolo. “Essa não tem sido uma estratégia corriqueira no Brasil. Temos visto estado e municípios com protocolos distintos. Entendemos que essa não é a melhor estratégia e que será mais claro para o cidadão um protocolo único”.

30 de junho de 2020, 11:02

Compartilhe: