segunda-feira, 22 de outubro de 2018

26 prefeitos baianos são investigados por comprarem prêmios de melhores gestores do Brasil

Vinte e seis prefeitos baianos compraram prêmios de melhores gestores do Brasil, segundo apuração do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). As honrarias foram pelas empresas União Brasileira de Divulgação (UBD), de Pernambuco, e Instituto Tiradentes, de Minas Gerais. A informação é da Coluna Satélite do Correio* Online, assinada pelo jornalista Luan Santos.

Segundo o levantamento do TCM, entre os anos de 2017 e 2018, diplomas e medalhas custaram aos cofres municipais cerca de R$ 92,9 mil. O esquema foi identificado também em 30 câmaras municipais da Bahia.

O TCM iniciou uma invetigação contra prefeitos e vereadores por conta das irregularidades. A Corte vai pedir a devolução aos cofres públicos os recursos gastos com a taxa de inscrição para a “cerimônia de entrega da honraria”, assim como os valores gastos de recursos públicos com diárias, hospedagem e transporte para o local do evento.

Pelo esquema, prefeitos e vereadores usavam dinheiro público para participar de seminários e recebiam a premiação. O caso foi publicado em reportagem exibida no programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo (5).

07 de agosto de 2018, 17:03

Compartilhe: