Macron pede responsabilidade para evitar aumento da tensão na Coreia do Norte

12 de agosto de 2017, 13:44

O presidente da França, Emmanuel Macron, fez neste sábado (12) um apelo à responsabilidade “de todos” para se evitar uma escalada da tensão na Coreia do Norte, que, em sua opinião, constitui uma ameaça.

“A comunidade internacional deve agir de forma coordenada, firme e eficaz, como acaba de fazer o Conselho de Segurança [das Nações Unidas], para que a Coreia do Norte retome incondicionalmente a via do diálogo “, disse Macron, em um comunicado.

Segundo a nota, Macron “garante aos aliados e parceiros da França na região a sua solidariedade perante a situação atual, e insta, além disso, a responsabilidade de todos para impedir uma escalada das tensões”.

O presidente francês manifestou ainda sua preocupação perante o agravamento da ameaça balística e nuclear procedente da Coreia do Norte, que, em seu julgamento, prejudica “a preservação da paz e da segurança internacional”.