“Há ‘desmobilização’ do PSDB em relação à reforma da Previdência”, diz Aécio

06 de dezembro de 2017, 19:23

Após reunião esvaziada da Executiva do PSDB nesta quarta-feira, 6, para tratar da reforma da Previdência, o presidente licenciado da legenda, senador Aécio Neves (MG), avaliou que há uma “desmobilização” na sigla em relação ao tema. Caso o texto seja aprovado sem os votos majoritários da sigla, Aécio afirmou que seria ruim para o discurso reformista do partido, mas que seria ainda pior se a matéria deixar de ser aprovada por falta de apoio dos tucanos. Ele contou que disse isso aos deputados na semana passada e que reforçou esse entendimento nesta quarta (6). A informação é do Estadão.

O encontro do PSDB com a presença do secretário da Previdência, Marcelo Caetano, e do relator da reforma previdenciária na Câmara, Arthur Maia (PPS-BA), contou com a presença de apenas 11 dos 46 deputados e quatro dos 11 senadores do partido.

O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, também participou da reunião. O líder da Câmara, Ricardo Trípoli (SP), se ausentou com a justificativa de que participaria de uma reunião de líderes na Casa no mesmo horário.