Eletrobras quer economizar R$ 1,5 bi com Plano de Aposentadoria Extraordinária

12 de agosto de 2017, 01:32

A Eletrobras estima que fará uma economia de R$ 1,5 bilhão com a aplicação de um Plano de Aposentadoria Extraordinária (PAE) e um Plano de Incentivo ao Desligamento (PID). Com o primeiro, já em fase de conclusão, a empresa conseguiu a adesão de 2097 empregados, diante da meta de 2437, que tinha uma previsão de economia de R$ 920 milhões e alcançou R$ 874,8 milhões, representando 95% do esperado.

“Essa é a redução que teremos ao longo do ano de 2018 e, para sempre, decorrente desse plano”, disse o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, em entrevista nesta sexta-feira (11) na sede da empresa no centro do Rio.

Ferreira Junior disse que esse valor pode aumentar quando puder adicionar a aplicação do PAE na Amazonas Geração e Transmissão de Energia S/A – Amazonas GT, a mais nova empresa do Sistema Eletrobras.. Com isso serão acrescentados R$ 20 milhões, caso 50% dos empregados elegíveis à adesão se inscreverem.